quarta-feira, junho 30

POESIA...

Comments
 
É demais!

Costumamos, de vez em quando, falar de poesia aqui no Voz, e pra não perder o costume aí vai.

Depois que a literatura se desprendeu da temática dos mitos e feitos heróicos, como nos poemas épicos, e nos louvores a divindades, a temática mais recorrente na poesia tem sido sem dúvida o amor. O amor Eros, carnal, entre um homem e uma mulher (ou duas).

O amor, assim como as suas implicações, isto é, a falta dele, a distância da pessoa amada, a perda do amor, a saudade, o amor impossível, o proibido, enfim todas estas nuances, nos tem brindado com muita poesia. Portanto, é abundante na mídia impressa e digital a produção literária neste campo. Quem gosta, é só procurar!

Eventualmente, nas vezes que trato de poesia aqui aproveito para divulgar alguma das minhas. Meus versos são na grande maioria dentro desta temática também. Tem coisa mais inspiradora!?


Então, quadras by Tony:


Pessoas & corpos

*

Pessoas amam pessoas

Corpos fazem conexões

Corpos cartões de visita

Concretizando paixões.

*

Pessoas traem pessoas

Corpos mantêm relação

Na proporção da estética

No inverso da razão.

*

Pessoas querem pessoas

Os corpos às vezes não

Abrigam nossas essências

E não importa feição.

Disponível em: postershop. co.uk

Pessoas unem pessoas

Corpos fazem conexões

Aquelas sofrem a perda

Estes, meros arranhões.


Uma boa semana a todos!


Leia +...
domingo, junho 27

Telepatia, Sexto sentido , Afinidade

Comments
 
Quantas vezes aconteceu de vocè está pensando em alguém e o telefone tocar e ser justamente essa pessoa ?

Há anos você não vê uma certa pessoa e do nada você ou sonha ou lembra dela e quando menos espera esbarra com ela no centro da cidade, num restaurante, numa fila de banco e por ai vai....

Será que são coincidencias? Sexto sentido ou nosso cerébro de alguma forma se conecta com outras mentes que estão receptivas, como se tivessem numa mesma frequencia?

Há quem veja nesses eventos alguma paranormalidade, e até explorem isso.

Acredito que temos ligações com algumas pessoas, um bom exemplo disso são as mães, na grande maioria das vezes elas sentem quando algo de ruim acontece com seus filhos.

Minha avó que era uma pessoa normal, todas as vezes que a filha mais velha vinha visitá-la ela sabia, no começo quando a filha mudou para a cidade vizinha ela dizia minha filha está vindo hoje me ver, e todos riam, ela não errava uma,com o tempo ninguém mais ria. Algumas pessoas começaram a dizer que ela tinha poderes, e essas baboseiras que dizem quando não se sabe o que dizer.

Minha avó sabiamente apenas dizia: Não vejo nada demais em ter uma ligação forte com a minha filha e balançava a cabeça como diz, povo mais besta.

Será que nossas mentes através dos nossos pensamentos consegue mesmo fazer contato com outras mentes que estejam em sintonia conosco?

Seria como uma espécie de telepatia em que não temos o controle, acontece naturalmente.

Mas bom mesmo seria se pudessémos nos comunicar a distancia com outras pessoas.

Melhor não, já pensou mães castradoras controlando seus filhos, mulheres ciumentas atormentando a vida do namorado, marido, o chefe não te dando sossego nunca...

E vocês o que acham?

Será que algum dia desenvolveremos esse tipo de habilidade? Nosso cerébro tem capacidade para isso?

Essa redatora do Voz é uma maluca? Opinem.
Leia +...
quinta-feira, junho 24

O texto e a leitura:

Comments
 

a luz e cor



Quem lida no campo das letras sabe que os atos de ler e escrever são indissociáveis para a plena vivência da língua escrita. A relação entre ler e escrever é semelhante à interação entre luz e cor: as cores, sem luz, não existiriam. A luz, por sua vez, sem os objetos coloridos a refletí-la não teria nenhum efeito visível. O mundo seria sem forma, sem cor, sem imagem, horrível.

Da mesma forma, o texto sem o leitor não cumpriria sua missão. Seria pregar no deserto. De que valeriam, então, excelentes textos, belos poemas, sem que alguém os decodificassem e os entendessem, alguém que reconhecesse ali, naqueles rabiscos enfileirados, a mensagem do outro? O texto não surtiria efeito algum, não completaria o seu ciclo.

Visto dessa forma, enquanto leitores somos igualmente coautores da obra literária, pois o texto não cumprirá o seu papel sem as diferentes interpretações de seus leitores. É muito gratificante, portanto, saber que através da minha leitura colaboro com Cervantes, com Machado, com Shakespeare.

É interessante, ainda, observar como a cada leitura que você faz de um mesmo texto novas revelações emergem. Isto porque, passado algum tempo de efetiva leitura você evoluiu, sua percepção do código escrito melhorou, seus interesses mudaram e você, certamente, conhece melhor o autor agora. É como ler com outros olhos, com uma lente de aumento ou com uma luz mais intensa.

Quanto mais intensa a luz, mais intensas são as cores e você perceber outras nuances. Da mesma forma, como acontece com as cores sob a luz, assim ocorre com os textos perante o leitor: quanto mais se lê, maior é a habilidade de leitura.

Seja coautor de grandes obras, colabore com os grandes escritores. Leia mais! Leia sempre!


Boas leituras!


Leia +...
segunda-feira, junho 21

Teatro José de Alencar, 100 anos

Comments
 
No último dia 17 o Teatro José de Alencar,  situado na cidade de Fortaleza, completou 100 anos de sua inauguração. A festa teve a apresentação da banda sinfônica do Batalhão de Segurança, com regência dos maestros Henrique Jorge e Luigi Maria Smido.

Curioso exemplar da arquitetura eclética no Brasil, o Theatro José de Alencar, além da sala de espetáculo em estilo art noveau, dispõe de auditório de 120 lugares, foyeur, espaço cênico a céu aberto e o prédio anexo, com 2.600 metros quadrados, que sedia o Centro de Artes Cênicas (CENA), o Teatro Morro do Ouro, com capacidade para 90 pessoas, a Praça Mestre Pedro Boca Rica, com palco ao ar livre e capacidade para 600 pessoas, a Biblioteca Carlos Câmara, a Galeria Ramos Cotôco, quatro salas de estudos e ensaios, oficinas de cenotécnica, de figurino e de iluminação, abrigando ainda a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho e o Curso Princípios Básicos de Teatro e Circo.

O teatro que fica localizado no centro da cidade , tem visitas guiadas todos os dias, exceto segunda-feira, vale a pena ser visitado.

No vídeo abaixo um pouco da beleza do teatro.

Uma semana produtiva a todos.



Leia +...
sexta-feira, junho 18

Turismo solitário

Comments
 
mytravellbackpack.com
Que viajar pelo mundo conhecendo lugares e pessoas é o sonho de muita gente, isto é ponto pacífico. Quanto a fazer isto sozinho, já pode haver algumas discordâncias. Mas, há quem sustente que o turismo solitário pode ser muito proveitoso.
Fazer turismo em grupo, aquelas excursões organizadas pela Tia Aposentada, é sempre muito divertido, fazemos muitos amigos. Mas será que você realmente aproveita como gostaria? Vai aos lugares que sonhou conhecer, aprecia aquilo que realmente lhe interessa?
Viajar sozinho não é indicado para qualquer ocasião, tampouco está obrigatoriamente ligada a baixo astral, no entanto, viajar sem ninguém para dar palpite no seu programa é muito bom quando o que você quer é curtir realmente o lugar e a viagem. E você pode ainda ter a oportunidade de conhecer a si mesmo. Saber como se comporta em situações diferentes em vôo solo.
Entre as vantagens está o fato de que você não depende de outras opiniões para decidir para onde vai ou a que horas quer ir; você faz seu programa a seu modo. E quando você quer aproveitar um evento ao máximo não tem que se preocupar que os outros estão cansados e querem voltar para o hotel. Sem contar que quando você viaja acompanhado leva parte dos problemas com você, não é mesmo!
Além da viagem em si, passar uma semana ou duas sozinho em algum lugar agradável pode ser tão enriquecedor quanto a viagem propriamente. Longe dos problemas rotineiros e com muitas horas para equacioná-los, ao voltar para casa você poderá ter vontade de dar uma repaginada na sua vida.
Por outro lado, se você estiver viajando sozinho e de repente bater aquela vontade de não ficarmais sozinho é fácil se envolver com pessoas. Por exemplo, você pode se encaixar em passeios guiados; aí os contatos são inevitáveis. Ou ainda buscar contatos através do seu site de relacionamentos; essa “espécie” se encontra em qualquer lugar do mundo. O fato é que passear sozinho, por opção, pode ser legal!
Sozinho ou acompanhado, a vida é uma viagem (não muito longa), aproveite! Ou você é daqueles que dorme a excursão inteira?

Bom final de semana e boas viagens!
(Ih, isso aquí tá parecendo agência de turismo!)
Leia +...
segunda-feira, junho 14

Cartas de amor

Comments
 

O dia dos namorados me fez ver, de uma forma muito nostálgica até, que a era digital definitivamente põe fim a uma linda forma de expressão, que, por séculos, tanto enriqueceu os relacionamentos à distancia e a literatura. As cartas de amor.

Falo daquelas legítimas cartas de amor, em papel especial, perfumadas, com um fio de cabelo, com florzinha, com marcas de beijo e até uma lágrima incontida.

Não havia romance verdadeiro sem elas. Estas cartas eram sempre motivadas pela forçada separação dos amantes, ou em alguns casos por namoros proibidos ou secretos. Eram cartas do jovem que foi estudar fora, de amantes separados pela guerra ou pelo serviço militar simplesmente, de pessoas que se viam separadas por causa do trabalho, como mercadores ou caixeiros, ou até de separações motivadas por doenças ou exílio político.

Ela era a prova documental do romance. A imagem do soldado em missão de guerra que recebe cartas da noiva que o espera de forma incondicional em algum lugar distante povoou muitas estórias de amor na literatura e no cinema. Havia casos em que toda a fase de namoro se fazia por cartas apenas, e os apaixonados se viam por ocasião do casamento. Caso o amado não voltasse restariam as cartas.

A carta de amor era algo especial, muito pessoal e muito própria de cada um. Cada remetente, ou, para usar um termo da época, cada missivista, tinha a sua maneira particular de ilustrar, perfumar e até dobrar a sua cartinha. Sem contar a caligrafia, que era o que havia de mais particular.

Durante minha experiência de serviço militar cheguei a colecionar algumas pérolas destas. Depois elas perderam o sentido. Mas era muito bom receber cartas de meninas naquela situação de exílio voluntário, e até motivo de orgulho perante os colegas. No momento da distribuição da correspondência quem não as recebia era motivo de zombaria.

As legítimas cartas de amor hoje são vistas pelos tecnomaníacos como um fóssil da comunicação. A onda hoje é mensagem eletrônica.

É uma pena que os avanços tecnológicos tenham que sacrificar instrumentos, hoje arcaicos, porém tão ricos e belos como este.


Boa semana a todos!

Leia +...
sábado, junho 12

Namorar

Comments
 

Feliz dia dos Namorados!

NAMORAR

Quem namora agrada a Deus.

Namorar é a forma bonita de viver um amor.
Não namora quem cobra, nem quem desconfia.
Namora, quem lê nos olhos e sente no coração

as vontades saborosas do outro.

Namora, quem se embeleza em estado de amor.

A pele melhora, o olhar com brilho de manhã.
Namora, quem suspira, quem não sabe esperar, mas espera,

quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão.
Namora, quem ri por bobagem, quem entra em estado de música da Metro,

quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis.

Não namora quem ofende, quem transforma a relação num inferno,

ainda que por amor. Amor às vezes entorta, sabia?

E quando acontece, o feito para bom faz-se ruim.
Não namora quem só fala em si e deseja o parceiro/a

apenas para a glória do próprio eu.

Não namora quem busca a compreensão para a sua parte ruim.

O invejoso/a não namora. Tampouco o violento!

Namorados que se prezam têm a sua música.

E não temem se derreter quando ela toca.

Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.

Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro,

morderem o mesmo pastel, dividir a empada, beber no mesmo copo.

Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro

ou lhes parecem ridículas nos outros.

Namora, quem começa a ver muito mais no mesmo

que sempre viu e jamais reparou.

Flores, árvores, a santidade, o perdão, Deus,

tudo fica mais fácil para quem sabe de verdade o que é namorar.

Por isso só namora quem se descobre dono de um lindo amor,

tecido do melhor de si mesmo e do outro.
Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim,

quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo

o que fora do namoro é complicado.

Namora, quem diz: "Precisamos muito conversar";

e quem é capaz de perder tempo, muito tempo,

com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado,

degustar cada momento vivido e recordar palavras,

fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo

e embebedar-se de flores astrais.

Namora, quem fala da infância e da fazenda, das férias,

quem aguarda com aflição, o telefone tocar e dá um salto

para atendê-lo antes mesmo do primeiro trim.
Namora quem namora, quem à toa chora, quem rememora,

quem comemora datas que o outro esqueceu.

Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem,

de rio gelado e de parque de diversões.

Namora quem sonha, quem teima,

quem vive morrendo de amor

e quem morre vivendo de amar.

(Arthur da Távola)

Texto recebido por email.
Leia +...
quarta-feira, junho 9

Copa do mundo de futebol

Comments
 
Minha copa do mundo de futebol preferida

A copa a ser realizada na Africa do sul entre 11 de junho e 11 de julho de 2010, é a edição de número 19 e a primeira a ser realizada no continente africano.

No Brasil o futebol é o esporte mais popular, quem nunca bateu uma bolinha? Se acabou de gritar num jogo de futebol até ficar sem voz? Torce ou tem alguém em casa que torce por algum time? Ou simplesmente é torcedor de copa do mundo? Só vê futebol nesse período.

Quem não lembra da sua copa do mundo?
A minha foi a de 1970. Tinha 10 anos, Pelé ainda não era rei do futebol, mas já chamava a atenção, lembro que meu pai me disse antes da copa começar.
Lúcia preste atenção nesse nome: Edson Arantes do Nascimento, você ainda vai ouvir falar muito nele. ( ele estava certo).

Meu pai comprou uma tv Philco (ainda eram de válvulas), foi uma sensação, era a segunda televisão da minha rua, a meninada toda ia assistir aos jogos, a sala ficava lotada e minha mãe enlouquecida, ao fim da copa todas as cadeiras estavam destruídas.

Não perdi um jogo, lembro da minha excitação antes do jogo começar, e a felicidade ao término de cada jogo. O Brasil ganhou a copa do mundo do México, com um time que nunca será esquecido e onde o jogador que anos depois seria considerado o rei do futebol, vestia a camisa 10.

Não sei se o Brasil vai ganhar essa copa, nem tenho acompanhado a seleção como em outros tempos, mas impressiona como a população se mobiliza, enfeitam as ruas, compram roupas verde e amarelo, trocam sua velha tv por uma novinha, nos dias de jogos do Brasil tudo para, todos os problemas ficam menores nos 90 minutos de jogo. Não consigo lembrar de nada nesse país que consiga tal mobilização.

E você , qual foi sua copa do mundo?

Video com a música tema da copa de 1970 e com algumas cenas,  arrepio até hoje  quando veja cenas como a da final em que o Brasil ganhou de 4x1 em cima da Itália. Vale a pena rever.




Imagens:
Seleção brasileira Tri-campeã mundial de 1970
Em pé(da esquerda para direita) Carlos Alberto, Félix, Piazza. Brito, Clodoaldo e Everaldo
Agachados: Jairzinho, Gérson, Tostão, Pelé e Rivelino

Televisão Philco de 1970
Leia +...
segunda-feira, junho 7

Caiu na rede...

Comments
 
nem sempre é peixe!

Outro dia recebi um email com uma apresentação muitimídia que continha uma mensagem maravilhosa, comovente até. A mensagem já circula na blogosfera há algum tempo. O que acontece é que muita gente recebe mensagens, a princípio bacanas e bem intencionadas, motivadoras, e vai repassando, perpetuando assim, muitas vezes, erros ou informações equivocadas. A intenção com certeza é das melhores, mas de vez em quando é bom fazer uma crítica antes.

Neste caso eu conhecia o texto, portanto, a mensagem logo me pareceu estranha.

Vou colocar aqui um trecho para ver se você conhece. Veja:

“Se, por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapo e me presenteasse com um pedaço de vida, possivelmente não diria tudo o que penso, mas, certamente, pensaria tudo o que digo.

Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam.

Dormiria pouco, sonharia mais, pois sei que a cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz. Andaria quando os demais parassem, acordaria quando os outros dormem. Escutaria quando os outros falassem e gozaria um bom sorvete de chocolate.

Se Deus me presenteasse com um pedaço de vida, vestiria simplesmente, me jogaria de bruços no solo, deixando a descoberto não apenas meu corpo, como minha alma. (...)”

O original foi escrito em espanhol e se chama “La marioneta”, porém, a mensagem que veiculam na rede diz que este texto é uma carta de despedida de Gabriel Garcia Márquez quando se encontrava enfermo. Não sei com que intuito inventaram esta estória, mas o poema La Marioneta foi escrito em 1999 por Johnny Welch, um ventríloquo mexicano, que o escreveu para o seu boneco de nome Mofles. Um dos aspectos que chama a atenção quanto à autoria é a evocação de Deus a todo instante; Gabo, dizem os críticos, não era dado a religiosidade. Posteriormente o próprio autor, Johnny Welch, lamentou o equivoco com sua obra.

Veja aqui Gariel, Johnny Welch e a marioneta:

Gabriel Garcia Márquez, autor de Cem anos de solidão, nasceu em Aracataca, Colômbia, e foi Nobel de Literatura em 1982. Ele continua sua luta contra o câncer e problemas neurológicos, mas continua vivo.

Você já viu este texto por aí? Se o vir não se deixe enganar. É um lindo texto, uma mensagem comovente, mas não foi escrita por García Márquez.

A César o que é de César!

(Imagens disponíveis em alltheweb.com)


Leia +...
sexta-feira, junho 4

Viagra

Comments
 
cor-de-rosa

Meninas! Boas novas no reino da sexualidade!

O FDA – Departamento americano que controla medicamentos e produtos alimentícios, estuda a possibilidade de aprovar, ainda este mês, a comercialização de uma droga para estimular a libido feminina. O medicamento, inicialmente prescrito como antidepressivo, apresentou um efeito colateral muito interessante e vem sendo estudado já há alguns anos. O flibanserin, droga desenvolvida pelo laboratório alemão Boehringer, poderá ser a primeira pílula capaz de estimular o apetite sexual feminino. O Viagra feminino.

A primeira impressão que nós homens temos é a de que mulher não precisaria disso. Afinal a fisiologia das meninas é bem diferente. Sabe aquela estorinha do “ eu tenho, você não teeem!”, pois é. No entanto, segundo uma pesquisa realizada com 749 mulheres na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, o desinteresse sexual acometia 33,2% das entrevistadas e a dificuldade de lubrificação, 21,5%. Felizmente, os cientistas estão próximos da solução.

Segundo o Washington Post, (24 maio 2010) o FDA's Reproductive Health Drugs Advisory Committee se reunirá em 18 de junho para avaliar a aprovação do medicamento.

Que seja para o bem de todos! Afinal com esse friozinho que está fazendo, ninguém quer uma pedra de gêlo do seu lado!

Mas, mesmo assim isto ainda me preocupa. Quando inventaram a pílula anticoncepcional as mulheres viraram o mundo de cabeça para baixo! Com uma droga dessas nas mãos, sei não, o que mais elas vão fazer? Nem me diga!

Leia +...
terça-feira, junho 1

Felicidade I

Comments
 
Felicidade é aproveitar cada estação!
Crédito da imagem: Walt Disney
Lendo o post anterior de Lu me deu vontade comentar o tema Felicidade. E não é que o texto ficou enorme!
Aqui vai a primeira parte:

Se eu tivesse a receita da felicidade certamente não reclamaria Patente. Disponibilizaria a fórmula on-line para que todos tivessem acesso e fossem felizes para sempre! Como nos Contos de Fadas. Porque felicidade é contagiante, quanto mais pessoas felizes a sua volta melhor é a vida em grupo. Por isso acho que a felicidade deveria ser um bem livre e abundante, igual ao ar que respiramos.
A tal fórmula, caso já existisse, provavelmente não seria uma pílula, uma droga ou beberagem qualquer. Não! Isto já se tentou e o resultado nós sabemos que não foi “legal”. Pelo menos por muito tempo! Contudo se a tal descoberta estivesse em fase de testes eu seria cobaia com o maior prazer e certamente o mais feliz dos seres humanos.
Talvez a dificuldade esteja justamente aí nestas duas palavrinhas: “ser humano”. É da natureza humana ser falho, insatisfeito, insaciável, mortal, e, ainda, querer ser racional quando a questão é sentimental. Ele nunca está satisfeito, e parece estar sempre buscando a felicidade onde ela não se encontra. Detalhe, esse objeto de desejo não tem residência fixa. Na infância pode ser encontrada com maior facilidade, mas com o passar dos anos ela muda muito de endereço e, na maioria das vezes, o que a gente busca pode estar tão perto, tão fácil. As coisas poderiam ser bem mais simples se a gente percebesse isto! Mas não adianta! Cada um de nós tem que encontrar seu próprio equilíbrio sua própria fórmula.
O ser humano é mesmo complicado; é humano demais, exclusivo. A fórmula da felicidade teria que ser então de uso pessoal e intransferível, ou seja, uma receita para cada indivíduo. Já pensou! O que me faria feliz, não obrigatoriamente, faria os outros felizes. Há quem diga que o dinheiro teria esse poder (o faz-me rir), mas não creio que a solução seja tão simples assim.
Enquanto não se descobre essa fórmula maravilhosa vamos continuar buscando. Não a fórmula, mas a felicidade. E como não há mal que sempre dure, nem bem nunca se acabe, a felicidade parece ser uma equilibrada dosagem destas duas coisas. Temos que procurar sempre curtir as coisas boas da vida procurando não supervalorizar as agruras, inerentes a nossa efêmera, frágil e mortal existência.

Felicidade é ter amigos!
Crédito da imagem: Walt Disney

“Em sua jornada reserve um tempo para apreciar a beleza dos campos e sentir o perfume das flores”

Feliz semana a todos!
.o0o.
Leia +...