domingo, fevereiro 14

Quando a folia acaba...

4 comentários
 
Eu sei que dificilmente alguém vai se lembrar de atualizar o blog durante o carnaval, muito menos visitar blogs que normalmente acompanha. Mas, fazer o que? Estou aqui à toa, vou escrever alguma coisa.

A imprensa e os meios de comunicação em geral, creio que não só no Brasil, mas no mundo inteiro, costumam ser muito sazonais. Quer dizer, durante as olimpíadas, só falam em olimpíadas; durante a Copa, só da copa; no final do ano, o assunto é só Natal e Reveillon, não é isso mesmo?

Durante o Carnaval, portanto, não poderia ser diferente. Só se fala em Carnaval. É como se fosse um período de trégua: a paz reina nos morros, a Bolsa fecha em alta, ninguém morre, ninguém nasce... É o Paraíso na terra. Só festa. Escolas de samba, blocos pra lá, blocos prá cá, fantasias e as alegorias todas! Até eu to aqui, falando de quê? Carnaval!

Na verdade, com isso quero falar um pouco do pós-carnaval. Quando a folia acaba – cessa a trégua. É uma visão meio dantesca, mas, é como se abrissem as portas do inferno. Todos os monstros da sociedade botam seus blocos na rua. É só aí, depois dos cinco (ou mais) dias de folia e brincadeiras que nós vamos descobrir que os índices de violência durante o “feriadão” foram alarmantes, que os temporais deixaram milhares de desabrigados, que os hospitais de emergência viveram o maior caos pela falta de material e pessoal para o atendimento, que o preço dos combustíveis aumentou, que as mensalidades escolares dispararam, que a lista de material cresceu, que por causa da Reforma Ortográfica terei que comprar mais livros e, ah chega!

Enfim, é só depois de tirar a máscara de felicidade que a gente vai ver o drama da realidade. A gente percebe que o governo aproveitou a distração dos foliões para aplicar medidas nada populares; aprovar leis, decretos, aumentos e cortes de orçamento. Nossa mesa a esta altura estará coberta de contas para pagar: IPVA, IPTU, Seguro, matrícula, material escolar, etc. O cartão, estourado! É uma mesa fantasiada de “deixa-que-eu-pago”. Todo começo de ano é assim.

Sinceramente, espero que vocês deixem para ler este texto quando voltarem da folia, não é nada estimulante lê-lo antes. Mas é a realidade. Adiantaria eu lhe dizer para ser moderado? Não teria graça. O bom da vida é sonhar! Só que este negócio de que sonhar não custa nada é só poesia. Não é bem assim.

Porém quem quer se divertir não está nem aí pra realidade; “o amanhã eu resolvo amanhã”. Não é assim que a grande maioria pensa? Pois é, toca o trio elétrico que eu já estou em cima.

Cuide-se! Depois do Carnaval você me conta.

O negocio é beijar na boca!



4 Comentaram...

  1. ABB says:

    kkkk! Só mesmo um sem carnaval, sem vontade e desejo de festas como eu para vir ler isto! kkkk Mas, é real! É mesmo assim! Agora que termina o carnaval, começa a quaresma e os preparativos para a semana santa e as festas juninas. É assim que nós brasileiros vivemos. E isto é a vida que muitos mundo afora querem e desejam.

    Você escreveu no carnaval, eu li. A noticia ruim, é que a Policia Federal foi lá na cela do coitado do Governador Arruda e tirou a TV. Coitado! Não vai poder ver a folia! Um pena, não é?

    Só isso!

  2. Anônimo says:

    BBB,

    Então somos dois "sem-carnaval". Cada um aproveita seu dia como melhor lhe parece, não é mesmo!
    Tudo de bom.

    Gratos pela visita.

    Tony

  3. Lugirão says:

    Tony, Adão, eu também estou sem carnaval,rs.

    Embore goste da folia, esse ano ano resolvi fazer diferente e ficar quietinha...

  4. Geraldo says:

    Olá Lucia,

    No carnaval to fora.. até porque como tu mesmo disse no carnaval as pessoas botam o pior o que tem para mostrar.. eu fiz minhas atualizações do blog hoje...

    E sem bloco na rua..

    Abraço

Novo Comentário